Fed mantém projeção de alta de PIB dos EUA para 2019 em 2,1%

Foto: FreeImages.com / Ben Wright

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) manteve inalteradas as projeções para o crescimento econômico dos Estados Unidos neste ano, mas revisou para baixo as estimativas para o desemprego, para a inflação e para o núcleo da inflação.

Segundo a mediana das projeções feitas por membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), o Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano deve crescer 2,1% em 2019, mesma previsão feita em março. Já a taxa de desemprego deve cair de 3,7% para 3,6% este ano.

A taxa de inflação anual medida pelo índice de preços para os gastos pessoais (PCE, na sigla em inglês) deve ser de 1,5%, uma revisão para baixo ante a projeção de 1,8% divulgada anteriormente. O Fed também rebaixou a previsão para o núcleo da inflação PCE, para 1,8%, após a projeção de 2,0% feita em março.

Para 2020, a mediana das previsões para o crescimento do PIB foi revisada para cima, de 1,9% para 2%, enquanto para 2021 a projeção ficou inalterada em 1,8%. No longo prazo, o Fed prevê crescimento econômico de 1,9%.

Com relação à inflação, a projeção foi revisada para baixo em 2019, de 2,0% para 1,9%, e foi mantida em 2% para 2021, mesmo patamar previsto no longo prazo. A estimativa para o núcleo da inflação PCE, que exclui preços de alimentos e energia, caiu de 2,0% para 1,9% para 2020 e foi mantida em 2% para 2021.

Por fim, para a taxa de desemprego, a projeção passou de 3,8% para 3,7% para 2020, e caiu de 3,9% para 3,8% em 2021. No longo prazo, o Fed espera a taxa em 4,2%, uma revisou para baixo ante a projeção de 4,3% de março.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com