Fed ainda pode elevar juros dos EUA este ano, diz Harker

Patrick Harker, presidente do Federal Reserve da Filadélfia (Foto: Divulgação/Fed Filadélfia)

São Paulo – A taxa de juros dos Estados Unidos ainda pode ser elevada este ano, uma vez que as perspectivas para a economia do país são boas, apesar de alguns riscos, disse o presidente da unidade do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) da Filadélfia, Patrick Harker.

“As coisas estão parecendo muito boas. Os fundamentos da economia dos Estados Unidos são fortes e estamos no caminho para a normalização”, afirmou, em texto preparado para discurso em Londres. Ele disse esperar crescimento acima de 2% no Produto Interno Bruto (PIB) do país este ano, com gastos fortes das famílias.

Por outro lado, os investimentos de empresas desaceleraram, e as influencias do cenário internacional incluem a desaceleração na economia global, tensões comerciais e o Brexit. “Para os Estados Unidos em geral, eu diria que, no balanço, os riscos potenciais tendem a ser ligeiramente negativos, mas eu enfatizo a palavra leve”, afirmou.

“Eu ainda vejo as perspectivas como positivas, e a economia continua a crescer em um ritmo que está para ser a mais longa expansão econômica da nossa história”, afirmou Harker, que este ano não é membro votante do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês).

“Com base nessas condições combinadas, continuo no modo de espera. Meu ponto de vista atual é que, no máximo, um aumento de taxa este ano, e um em 2020, é apropriado, e minha postura será guiada pelos dados na medida em que eles entram e nos eventos, na medida em que eles acontecem”, afirmou. Na semana passada, o Fed manteve a taxa de juros inalterada em entre 2,25% e 2,5%, e rebaixou a projeção de altas este ano de duas para nenhuma.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com