Fabricante reverte lucro e tem prejuízo de US$ 2,942 bi no 2T19

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A Boeing reportou prejuízo líquido de US$ 2,942 bilhões no segundo trimestre do ano, revertendo o lucro de US$ 2,196 bilhões reportado em igual período do ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita totalizou US$ 15,751 bilhões, o que representa uma queda de 35,1%.

Os resultados refletem as perdas já anunciadas referentes à suspensão dos voos do modelo 737 Max, envolvidos em acidentes fatais nos últimos meses. A retirada das aeronaves de serviço reduziu a receita da Boeing em US$ 5,6 bilhões e baixou o lucro em US$ 8,74 por ação. As entregas das aeronaves também caíram.

As entregas de aeronaves comerciais recuaram 53,6%, para 90 unidades. O número total de pedidos em carteira no final do segundo trimestre chegou a US$ 474 bilhões, queda de 3,3% ante os US$ 490 bilhões em pedidos registrados no início do trimestre. Do total, US$ 390 bilhões representam aeronaves comerciais, com mais de 5,5 mil pedidos.

No segmento de aviões comerciais, a receita caiu 66,2%, para US$ 4,722 bilhões, e houve prejuízo operacional de US$ 4,946 bilhões, após o lucro operacional de US$ 1,785 bilhão reportado no segundo trimestre do ano passado.

O segmento de Defesa, Espaço e Segurança teve alta de 8,4% na receita, para US$ 6,612 bilhões, enquanto o lucro operacional ais que dobrou, passando de US$ 376 milhões para US$ 975 milhões. Por fim, no setor de serviços houve alta de 10,9% na receita, para US$ 4,543 bilhões, e ganho de 13,7% no lucro operacional, para US$ 687 milhões.

A empresa disse ainda que a projeção atual de seu lucro por ação para este ano, de um intervalo de US$ 16,40 a US$ 16,60 por ação, não reflete os impactos da suspensão das operações do 737 Max. “Devido à incerteza sobre o tempo e condições em torno do retorno ao serviço da frota do 737 Max, novas orientações serão emitidas em uma data futura”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com