EUA manterão negociação com China e podem remover tarifas, diz Trump

Por Carolina Gama

São Paulo – O presidente norte-americano, Donald Trump, disse que os Estados Unidos continuarão negociando um acordo comercial com a China mesmo depois de a rodada mais recente, que terminou hoje, ter sido concluída sem uma resolução.

Presidente chinês, Xi Jinping, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump /Foto: Divulgação/Casa Branca

Trump também destacou o forte relacionamento com o presidente chinês, Xi Jinping. “Ao longo dos últimos dois dias, os Estados Unidos e a China mantiveram conversas francas e construtivas sobre o status das relações comerciais entre os dois países”, disse Trump no Twitter.

“A relação entre o presidente Xi e eu continua sendo muito forte, e conversas no futuro continuarão. Enquanto isso, os Estados Unidos impuseram tarifas à China, que podem ou não ser removidas dependendo do que acontecer com relação a futuras negociações”, acrescenta.

Tarifas norte-americanas a US$ 200 bilhões em bens chineses subiram de 10% para 25% hoje sob a alegação de que a China recuou em compromissos já acordados. Pequim, por sua vez, prometeu responder a esse aumento das sobretaxas.

A escalada de tensões aconteceu em um momento no qual uma delegação chinesa, liderada pelo vice-primeiro-ministro Liu He, estava em Washington. As conversas acabaram sem um entendimento, mas o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, disse que as negociações foram construtivas.

Fontes ouvidas pela Bloomberg indicaram que o governo norte-americano teria dado um prazo de três a quatro semanas para que um acordo comercial seja fechado antes da entrada em vigor de tarifas de 25% a US$ 325 bilhões em importados vindos de Pequim.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com