EUA impõem nova sanção contra Rússia e China por apoio à Coreia do Norte

13/09/2018 15:38:03

Por: Carolina Gama / Agência CMA

Foto: FreeImages.com / dlritter

São Paulo – O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos impôs uma nova rodada de sanções contra a Rússia e a China, dessa vez mirando empresas de tecnologia dos dois países, acusadas de favorecer companhias da Coreia do Norte via geração de receita para o programa nuclear de Pyongyang.

Segundo comunicado, a Yanbian Silverstar Network Technology e a Volasys Silver Star, empresas estabelecidas em Vladivostok, na Rússia, são administradas e controladas por norte-coreanos e estão levantando milhões de dólares para o regime de Kim Jong Un em uma violação de sanções internacionais.

“Essas sanções têm como objetivo impedir o fluxo de receita ilícita para a Coreia do Norte vinda de trabalhadores de tecnologia da informação disfarçando suas verdadeiras identidades e se escondendo atrás de empresas de fachada, pseudônimos e cidadãos de terceiros”, afirmou o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, na nota.

A nova rodada de sanções acontece em um momento no qual o governo de Donald Trump manifesta crescente frustração com o que diz ser um abrandamento na aplicação de sanções pela Rússia e China em meio às negociações paralisadas sobre questões nucleares entre a Pyongyang e Washington.

Edição: Leandro Tavares (leandro.tavares@cma.com.br)

Deixar um comentário