EUA adotam sanções contra líder supremo do Irã

Por Carolina Gama

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou decreto que determina a imposição de sanções ao líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, e aos membros de seu gabinete. As medidas, que acontecem dias depois de Teerã derrubar um drone norte-americano, visam bloquear o acesso da autoridade iraniana a recursos financeiros.

Líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei / Foto: khamenei.ir

“Essas medidas representam uma resposta firme e forte às provocações do Irã. Vamos continuar a aumentar a pressão sobre Teerã até que o regime desista de desenvolver atividades perigosas e abra mão das aspirações de ter armas nucleares, de enriquecer urânio, de desenvolver mísseis balísticos e patrocinar o terrorismo”, disse Trump.

Questionado se as sanções estão ligadas ao ataque ao drone, Trump disse que “em algum momento essas sanções seriam aplicadas. Aconteceu agora”.

O Irã derrubou um drone norte-americano na semana passada, aumentando a tensão entre os dois países. Na ocasião, Teerã disse que o equipamento sobrevoava seu espaço aéreo, por isso foi abatido. Os Estados Unidos negam, indicando que o drone estava no espaço aéreo internacional. Trump chegou a ordenar uma resposta militar contra os iranianos, mas recuou logo em seguida.

Na assinatura do decreto sobre as sanções, o presidente norte-americano disse ainda que seu governo segue interessado em negociar um acordo com o Irã. “O Irã é um país com grande potencial assim como a Coreia do Norte, mas precisa demonstrar o que fala: que não ter interesse em armas nucleares”, acrescentou Trump.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com