EUA acabam com isenções para importações de petróleo do Irã

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A Casa Branca anunciou que os Estados Unidos encerraram as isenções concedidas a oito países para a importação de petróleo do Irã, endurecendo as sanções econômicas como parte de sua campanha de pressão máxima contra Teerã. As isenções expirariam no dia dois de maio.

Barris de petróleo. (Ian Burt/Flickr)

“Esta decisão pretende levar as exportações de petróleo do Irã a zero, negando ao regime sua principal fonte de receita”, diz o comunicado. Os Estados Unidos haviam concedido 180 dias para que os oito países que mais importam petróleo iraniano adotassem medidas para acabar com as importações.

“Os Estados Unidos, a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, três dos maiores produtores de energia do mundo, juntamente com nossos amigos e aliados, estão comprometidos em garantir que os mercados globais de petróleo permaneçam adequadamente supridos”, de acordo com comunicado da Casa Branca.

A nota diz ainda que os países concordaram em adotar medidas para garantir que a demanda global seja atendida, já que todo o petróleo iraniano será retirado do mercado.

“A administração de Donald Trump e nossos aliados estão determinados a sustentar e expandir a campanha de pressão econômica máxima contra o Irã para acabar com a atividade desestabilizadora do regime, ameaçando os Estados Unidos, nossos parceiros e aliados e a segurança no Oriente Médio”.

A decisão segue a designação pelos Estados Unidos da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã como uma organização terrorista estrangeira, o que demonstra “o compromisso dos Estados Unidos em interromper a rede terrorista do Irã e mudar o comportamento maligno do regime”, diz a Casa Branca.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com