Estado de SP entra na Justiça contra acordo da CCR

Por Allan Ravagnani

São Paulo – A CCR informou que o Estado de São Paulo entrou com um recurso na Justiça contra a homologação do Termo de Autocomposição por Ato de Improbidade, entre o Estado e a CCR, sustentando a impossibilidade de celebração de acordo em matéria de improbidade.

A CCR reiterou que o Termo de Autocomposição foi celebrado seguindo os parâmetros estipulados com o Ministério Público do Estado de São Paulo.

O termo prevê pagamento de multa de R$ 81 milhões por atos de caixa dois da companhia com agentes públicos. São citados pelo menos 15 políticos contemplados em campanhas eleitorais com repasses da concessionária no período entre 2009 e 2013, entre eles Geraldo Alckmin, José Serra (PSDB) e Campos Machado (PTB).

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com