Empresa precisa de R$ 27 bi em recursos nos próximos anos para investir em infraestrutura

Por Leandro Tavares

São Paulo – O presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Cledorvino Belini, disse que a empresa cresceu sem ter a capacidade de sustentar os investimentos necessários em Minas Gerais.

Segundo ele, existe a necessidade de recursos de R$ 27 bilhões para os próximos anos para que a empresa possa reforçar investimentos em transmissão e distribuição, além de energias renováveis.

Durante participação em audiência na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Belini ressaltou que existem muitos entraves no setor elétrico e que a Cemig precisa de recursos para suprir as necessidades.

Questionado sobre a privatização da empresa defendida pelo governador do Estado, Romeu Zema, o presidente da Cemig afirmou que a companhia buscará eficiência como estatal e que jamais será eficiente sendo uma empresa privada.

Além disso, os parlamentares indagaram a companhia sobre como não perder novas usinas com concessão a vender daqui a cinco anos. O diretor comercial da Cemig, Dimas Costa, presente na audiência, afirmou que caso não consiga renovar as concessões, uma alternativa seria vender antes desse prazo uma porcentagem das usinas para um grupo de empresários nacionais interessados em serem sócios da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com