Economia alemã cresce em ritmo moderado, diz banco central

São Paulo – A economia alemã está crescendo em ritmo moderado graças a efeitos extraordinários vindos do setor de construção, que se beneficiou de condições climáticas favoráveis, disse o Bundesbank – o banco central do país – em seu relatório de abril.

“Além disso, o consumo privado deixou para trás a fragilidade verificada no segundo trimestre de 2018, ajudando no aumento do faturamento do varejo”, diz o Bundesbank no documento.

Segundo o banco central, os consumidores alemães estão comprando mais veículos depois de um adiamento provocado pelo atrasado no lançamento de alguns modelos devido aos novos padrões de emissões no país.

O Bundesbank ressalta, no entanto, que sem os efeitos extraordinários, a tendência de expansão da Alemanha segue contida com uma indústria mais frágil.

Na semana passada, o Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que a economia alemã deve desacelerar para 0,8% este ano, depois de um crescimento de 1,5% em 2018. Para 2020, a previsão é de crescimento de 1,4%.