Democratas deixam em aberto opção de impeachment contra Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, no Capitólio. Foto: Divulgação/Casa Branca

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – Líderes democratas do Congresso dos Estados Unidos deixarem em aberto a opção de um processo de impeachment contra o presidente do país, Donald Trump, após a divulgação do relatório do investigador especial Robert Muller sobre a interferência da Rússia das eleições presidenciais norte-americanas de 2016.

“Obstrução de Justiça, se provada, seria motivo para um impeachment”, disse o presidente do Comitê Judiciário da Câmara dos Deputados, Jerry Nadler, ontem em entrevista à “NBC”. Para ele, o relatório de Muller mostra muitas evidências de obstrução por Trump. “É nosso trabalho investigar todas as evidências”, afirmou. “Vamos ver para onde os fatos nos levam”.

De acordo com o presidente do Comitê de Inteligência da Câmara, Adam Schiff, se os democratas não derem sequência ao processo de impeachment estão dizendo que a conduta do presidente não terá consequências. Por outro lado, é possível investigar a questão pelos comitês ao invés de adotar um impeachment formalmente, afirmou.

“Essa será uma decisão com muitas consequências, e algo sobre o que vou preservar meu julgamento até que tenhamos uma chance de deliberar sobre isso”, disse ele, em entrevista ontem à “Fox News”.

Segundo o relatório de Mueller, divulgado na quinta-feira passada, a investigação não estabeleceu que membros da campanha de Trump conspiraram ou fizeram conluio com o governo russo para interferir nas eleições dos Estados Unidos, e também não estabeleceu que Trump obstruiu a Justiça. O relatório, porém, deixou claro que houve interferência da Rússia nas eleições presidenciais norte-americanas.

Na sexta-feira, a senadora democrata Elizabeth Warren, pré-candidata à presidência do país, defendeu o impeachment de Trump. “A gravidade dessa má conduta exige que eleitos de ambos os partidos deixem de lado considerações políticas e cumpram seu dever constitucional. Isso significa que a Câmara deve iniciar um processo de impeachment contra o presidente dos Estados Unidos”, disse ela em publicação no Twitter.

Em meados de março, a presidente da Câmara, a democrata Nancy Pelosi, disse que não apoiava o impeachment de Trump, dizendo que tal passo seria muito divisivo e o Partido Democrata deveria se concentrar em ganhar a Casa Branca em 2020.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com