Conselheiro de Trump afirma que Argentina deve dolarizar economia

13/09/2018 16:59:07

Por: Rafaela Aguiar / Agencia CMA Latam

Buenos Aires – A única maneira de sair da crise econômica que a Argentina atravessa é “atrelar o peso ao dólar”, diz o diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow. Os comentários ocorrem no contexto de renegociações de financiamento entre o governo argentino e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

“A única maneira de resolver o dilema da Argentina é estabelecer um conselho monetário e o peso ser atrelado ao dólar. Não há criação de dinheiro a menos que tenha uma reserva em dólar. Funcionou nos anos 90: derrubou a inflação e manteve a prosperidade”, disse Kudlow em entrevista a um canal de notícias dos Estados Unidos.

Ele também assegurou que o governo de Donald Trump e o Tesouro norte-americano estão acompanhando de perto o que está acontecendo na Argentina e com as negociações com o FMI. “O pessoal do Departamento do Tesouro está nisso”.

A ligação entre o governo de Mauricio Macri e o Tesouro dos Estados Unidos não é nova. Na semana passada, quando o ministro da Fazenda argentino, Nicolás Dujovne, foi para os Estados Unidos para negociar com o FMI, havia rumores que ele estaria negociando um empréstimo com o governo de Trump.

“Não estamos à procura de dinheiro extra fora de negociação do FMI”, disse o ministro na ocasião. No que diz respeito às declarações de Kudlow, um porta-voz de Dujovne rejeitou os comentários e indicou à imprensa que seria apenas uma opinião pessoal.

Tradução: Carolina Gama

Edição: Leandro Tavares (leandro.tavares@cma.com.br)

Deixar um comentário