Confiança do setor de serviços sobe em julho pelo segundo mês seguido, mostra FGV

Por Flávya Pereira

São Paulo – O índice de Confiança do setor de Serviços (ICS) subiu 2,2 pontos em julho em relação a junho, a 93,4 pontos, na segunda alta seguida, após acumular quatro quedas seguidas, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). É o melhor resultado desde fevereiro.

Neste mês, a alta da confiança no setor atingiu nove das 13 atividades pesquisadas e refletiu a melhora tanto da avaliação do cenário presente quanto em relação ao futuro. Em base mensal, o Indice de Situação Atual (ISA) subiu 1,9 ponto, a 89,4 pontos, enquanto o Indice de Expectativas (IE) avançou 2,6 pontos, a 97,6 pontos.

Dentre os quesitos que compõem os subíndices, a alta do ISA foi decorrente do indicador sobre a situação atual dos negócios e o de volume de demanda atual. Já o aumento do IE foi influenciado pelo indicador que mede tanto o otimismo com a tendência dos negócios nos seis meses seguintes, apesar do resultado levemente negativo para o indicador de demanda para os próximos três meses.

Por sua vez, o Nível de Utilização da Capacidade (NUCI) do setor de serviços registrou ligeira queda de 0,2 ponto percentual (pp), a 82,4% em julho, após duas altas seguidas.

Para o economista da FGV/IBRE Rodolpho Tabler, depois de quatro quedas consecutivas no início do ano, a confiança do setor de serviços parece sinalizar uma reversão de tendência. A melhora pelo segundo mês mostra a percepção de uma reação no ritmo de atividade do setor, se tornando mais otimista para o segundo semestre.

“Apesar dos bons resultados, o nível ainda baixo em termos históricos mostra que ainda há um caminho a ser percorrido e que a retomada do setor deve seguir no ritmo gradual”, alerta.

A edição deste mês coletou informações de 1.989 empresas entre os dias 1 e 25. A próxima divulgação da sondagem de serviços será em 28 de agosto.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com