Confiança do consumidor sobe em junho, após quatro quedas seguidas, diz FGV

Por Flávya Pereira

São Paulo – O Indice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu 1,9 ponto em junho em relação a maio, a 88,5 pontos, após acumular quatro quedas seguidas, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). Na comparação com junho do ano passado, o indicador subiu 5,0 pontos.

O resultado no mês foi influenciado pelo Índice de Expectativas (IE) que avançou 3,2 pontos, a 99,7 pontos, enquanto o Índice de Situação Atual (ISA) se manteve em 73,4 pontos e permanece nos menores níveis desde outubro do ano passado. Para a coordenadora da sondagem da FGV, Viviane Bittencourt, a melhora no mês foi determinada pela calibragem das expectativas, que haviam piorado muito entre janeiro e maio, passando de um perfil otimista para pessimista em apenas quatro meses.

“Agora passam a retratar um perfil neutro. Com o mercado de trabalho avançando lentamente, os resultados ainda podem demorar a influenciar significativamente as percepções sobre a economia no momento”, diz.

Com relação à situação presente, o indicador que mede o grau de satisfação com a economia recuperou 0,9 ponto após três meses em queda. Já as avaliações sobre a situação financeira das famílias voltaram a piorar, com a queda de 0,8 ponto, a 67,4 pontos, no menor nível desde outubro de 2018.

Para os meses seguintes, o indicador que mede o otimismo relacionado à evolução da situação financeira das famílias foi o que mais contribuiu para a alta da confiança em junho, avançando 8,1 pontos, para 99,0 pontos. Esse ganho, no entanto, não foi o suficiente para compensar a perda acumulada de 20,7 pontos entre janeiro e maio. O indicador que mede o grau de otimismo com a situação econômica futura subiu 3,9 pontos, para 111,9 pontos.

Na análise por faixas de renda, houve alta da confiança em todas. Destaque para os avanços nos dois extremos, nas famílias com ganho mensal de até R$ 2,1 mil (+4,0 pontos), após quatros quedas seguidas, e nas com rendimentos acima de R$ 9,6 mil ao mês (+2,5 pontos).

A edição de junho coletou informações de 1682 domicílios entre os dias 1 e 18 deste mês. A próxima divulgação da sondagem do consumidor será em 24 de julho.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com