Confiança do consumidor paulista tem maior queda em 3 anos, diz ACSP

11/05/2018 13:47:44

Por: Flávya Pereira / Agência CMA

São Paulo – A confiança do consumidor paulista caiu para 57 pontos em abril, ante os 71 pontos registrados no mês anterior, o que resulta na maior queda mensal desde fevereiro de 2015, quando recuou de 126 para 107 pontos. Em relação a um ano antes, o número ficou estável. O dado é do índice de confiança de São Paulo, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

A escala do índice varia de zero a 200 pontos. Quanto mais próximo de 200, mais confiantes estão os consumidores. A pesquisa foi feita entre os dias 1 e 15 de abril, em todo o Estado, e detalha, entre outros componentes, como o consumidor vê sua própria situação financeira (atual e futura) e a situação econômica da região em que vive.

O resultado, segundo o presidente da ACSP, Alencar Burti, é retrato de uma economia que se recupera a passos lentos. “A taxa de desemprego ainda é muito elevada e o desempenho industrial nos primeiros meses do ano foi fraco, o que contribui para o maior pessimismo do consumidor paulista”, analisa. Ele também cita a política como outro fator que provoca insegurança nas pessoas, principalmente, com o cenário eleitoral indefinido.

Em relação a alguns dados pesquisados, 56% dos entrevistados acham que a atual situação econômica do Estado está muito fraca, fraca ou razoavelmente fraca e 24% veem o cenário como muito forte, forte ou um pouco mais forte. Para os próximos seis meses, 27% avaliam como fraca, enquanto os que estão otimistas chegam a 16%.

Quanto à vida financeira dos entrevistados, 55% avaliam que a atual situação está muito ruim, ruim ou razoavelmente ruim, enquanto 22% avaliam como boa. Para os próximos seis meses, 35% avaliam que estará melhor, e 16% esperam por uma situação financeira pessoal pior ou pouco pior.

Deixar um comentário