Confiança de empresas no Reino Unido piora por incertezas com Brexit

Foto: FreeImages.com/Matt Lenon

São Paulo – As empresas do Reino Unido relataram queda no crescimento das vendas, menores fluxos de caixa e atrasos nos investimentos no primeiro trimestre deste ano, devido ao aumento de incertezas relacionadas ao Brexit e à desaceleração da economia global, segundo uma pesquisa trimestral da Câmara Britânica de Comércio.

A pesquisa, que ouviu mais de sete mil empresas, mostrou deterioração em muitos indicadores da economia do Reino Unido de janeiro a março deste ano. Tanto no setor de serviços quanto no industrial, menos empresas relataram aumento nas vendas de exportação e no mercado interno, diante da redução nos novos pedidos.

A intenção de investimentos também caiu, para seu menor nível em oito anos, nos dois setores. “A falta de clareza sobre a futura relação do Reino Unido com a União Europeia (UE) continua a pesar nas intenções de investimento nos setores industrial e serviços”, segundo a Câmara Britânica de Comércio.

Além disso, o número de empresas que relatou queda no fluxo de caixa superou as que relataram melhora, pela primeira vez desde 2012. “A deterioração do fluxo de caixa é preocupante pois pode deixar as empresas mais vulneráveis a choques externos, incluindo interrupções nas cadeias de suprimentos”, disse o chefe de economia da Câmara, Suren Liu.

“Nossa pesquisa mais recente sugere que o crescimento do Reino Unido quase parou no primeiro trimestre de 2019, com ansiedade crescente em relação ao Brexit e enfraquecimento das condições econômicas globais, o que levou a uma deterioração significativa em quase todos os principais indicadores do trimestre”, afirmou ele.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com