Confiança da indústria cai ao menor nível desde dezembro

São Paulo – O Indice de Confiança da Indústria (ICI) caiu 1,8 ponto em março em relação a fevereiro, a 97,2 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o indicador saiu do maior nível desde agosto de 2018 e atingiu o nível mais baixo desde dezembro do mesmo ano.

Segundo a FGV, a queda da confiança na indústria alcançou 14 dos 19 segmentos industriais pesquisados, em termos agregados. A abertura do dado mensal mostra que o resultado reflete a piora tanto da avaliação sobre o cenário presente quanto em relação às expectativas.

Na passagem de fevereiro para março, o Indice da Situação Atual (ISA) caiu 1,7 ponto, a 97,1 pontos, interrompendo quatro altas seguidas, enquanto o Indice de Expectativas (IE) recuou pela segunda vez seguida, em 1,8 ponto, a 97,4 pontos. Já o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) ficou estável em 74,7%.

Para o superintendente da FGV, Aloisio Campelo Júnior, o resultado da sondagem da indústria em março sugere que o setor continua em ritmo sonolento, mesmo depois de ter conseguido enfim equilibrar seus estoques. “Mas o que chama mais a atenção é a redução do otimismo, que pode estar refletindo os níveis ainda elevados de incerteza econômica”, avalia.

A abertura dos componentes do ICI mostra que o indicador que mede o nível atual de demanda foi a principal influência negativa no ISA neste mês, enquanto as expectativas dos empresários em relação à evolução do ambiente de negócios nos próximos seis meses foi o principal componente a influenciar no recuo do IE.

A edição deste mês da confiança da indústria coletou informações de 1.072 empresas entre os dias 1 e 27 deste mês. A próxima divulgação da sondagem industrial ocorrerá em 29 de abril, sendo que a prévia deste levantamento sai no dia 22 do próximo mês.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com