Comissão Europeia inicia investigação antitruste contra Broadcom

Por Carolina Pulice

Chip da Broadcom. Foto: adlerweb

São Paulo – A Comissão Europeia anuncia que está investigando a companhia de semicondutores Broadcom sob a acusação de que a empresa restringia a competição de tal mercado.

“A Comissão Europeia abril uma investigação formal antitruste para avaliar se a Broadcom pode estar restringindo a competição através de práticas exclusivistas. A Comissão pretende impor medidas interinas durante a investigação”, afirmou em comunicado.

De acordo com a Comissária para Concorrência da Comissão, Margrethe Vestager, suspeita-se que a empresa tenha imposto restrições contratuais para excluir seus competidores do mercado. “Isso prevenia os clientes da Broadcom e, em última instância, os consumidores finais de terem o benefício de escolha e inovação. Também pretendemos fazer com que a Broadcom interrompa tal comportamento enquanto nossas investigações continuam, para evitar qualquer risco de dano irreparável para a competição”, disse.

Para a Comissão, a companhia norte-americana tem posição dominante em vários mercados, e que suas práticas podem estabelecer compras exclusivas obrigatórias e a realização de reembolsos sob condição de que se cumpram os requisitos mínimos de compra ou venda de produtos.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com