Comissão Europeia abre investigação sobre práticas da Broadcom

Por Carolina Gama

São Paulo – A Comissão Europeia abriu uma investigação antitruste contra a Broadcom sob a suspeita de que a empresa manteve o domínio do mercado de chips usados em modems e decodificadores de televisão para reduzir a concorrência.

Foto: Etienne Ansotte/Serviço Audiovisual da Comissão Europeia

“A Broadcom estabeleceu restrições contratuais para excluir seus competidores do mercado”, disse a comissária da União Europeia, Margrethe Vestager.

Em um movimento raro, a empresa deve ser obrigada a interromper práticas consideradas anticompetitivas antes mesmo da conclusão da investigação pela Comissão Europeia.

A liminar de hoje está relacionada a práticas consideradas excludentes que a Broadcom usaria para manter os concorrentes afastados, incluindo a definição de obrigações de compras exclusivas, concessão de descontos para compras mínimas e empacotamento de alguns produtos.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com