China vai retaliar contra tarifas dos EUA

11/07/2018 10:04:25

Por: Cristiana Euclydes / Agência CMA

Encontro entre os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da China, Xi Jinping, durante cúpula do G20 na Alemanha (Divulgação/Casa Branca)

São Paulo – O governo da China prometeu impor novas barreiras à importação de produtos dos Estados Unidos em retaliação ao anúncio feito ontem pela Casa Branca de que a administração de Donald Trump se prepara para aplicar tarifas a um pacote de até US$ 200 bilhões em bens chineses.

“A China está chocada pelas ações dos Estados Unidos. A fim de salvaguardar os interesses centrais do país e os interesses fundamentais do povo, o governo chinês terá, como sempre, que adotar as contramedidas necessárias”, diz o Ministério do Comércio da China, em comunicado.

“É totalmente inaceitável que os Estados Unidos publiquem a lista de arrecadação de impostos [alfandegários] em uma atualização acelerada. Expressamos nosso protesto solene. O comportamento dos Estados Unidos está prejudicando a China, o mundo e o próprio país. Esse comportamento irracional é impopular”, diz a nota.

O ministério também pediu à comunidade internacional que trabalhe em conjunto para salvaguardar as regras do comércio livre e multilateral.
“Apresentaremos imediatamente uma ação adicional contra o comportamento unilateral dos Estados Unidos à Organização Mundial do Comércio (OMC)”.

Ontem, o governo norte-americano informou que prepara uma nova rodada de sobretaxas contra Pequim, que não deve incidir sobre bens de consumo. As novas tarifas se seguem às medidas de Washington para sobretaxar US$ 50 bilhões em importações chinesas. Desse total, as tarifas sobre US$ 34 bilhões em mercadorias entraram em vigor na semana passada.

Edição: Pâmela Reis (pamela.reis@cma.com.br)

Deixar um comentário