China pede que EUA respeitem comunicados conjuntos sobre Taiwan

Foto: Freeimages.com/ Gary Tamin

São Paulo – Os Estados Unidos devem respeitar os comunicados conjuntos assinados com a China sobre Taiwan e manter a paz na região, em vez de se mover na direção oposta, disse o porta-voz do Ministério chinês das Relações Exteriores, Geng Shuang. As informações são da agência de notícias “Sputnik”.

Os comentários vieram após o assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, afirmar no Twitter que os Estados Unidos irão cumprir as suas obrigações para proteger Taiwan das “provocações” de Pequim, lembrando a lei sobre as relações com Taiwan adotado pelo Congresso norte-americano em 1979, que contém disposições sobre defesa mútua. Para Bolton, as provocações chinesas não poderão assustar os habitantes de
Taiwan, mas reforçarão sua decisão de proteger a democracia.

O porta-voz chinês disse que “desde o início sempre foi pedido aos Estados Unidos para respeitarem os três comunicados conjuntos e que façam um esforço maior para assegurar a paz e a estabilidade no Estreito de Taiwan, em vez de avançar no sentido contrário”.

“A posição da China sobre isso é clara e consistente, os Estados Unidos aprovaram de maneira unilateral a lei sobre as relações com Taiwan, o que contraria os princípios das relações internacionais e os três comunicados conjuntos sino-americanos”, disse Geng, ao deixar claro que “a China é decididamente contra”.

Sob os comunicados, assinados na década de 70 e no início dos anos 80, os Estados Unidos estabeleceram relações diplomáticas com a China, mas sempre manteve um compromisso especial com Taiwan. No final de março deste ano, o governo chinês enviou uma nota de protesto aos Estados Unidos após o destróier USS Curtis Wilbur e o barco de patrulha USCGC Bertholf atravessarem o Estreito de Taiwan. Washington disse que o passo foi uma demonstração de seu compromisso com um Indo-Pacífico livre.

As relações oficiais entre a China e Taiwan foram interrompidas em 1949, quando o movimento nacionalista Kuomintang tomou a ilha após ser derrotado na guerra civil pelo Partido Comunista chinês. As relações entre os dois territórios só foram restauradas em níveis comerciais e informais no final dos anos 80, sem que existam atualmente contatos oficiais. Além da Lei de Relações com Taiwan, os Estados Unidos assinaram com a China três comunicados que regulam as relações entre os dois países.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com