China não aceitará acordo comercial com EUA que prejudique soberania

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A China não assinar nenhum acordo comercial com os Estados Unidos que prejudique sua soberania ou vá contra seus princípios, disse o porta-voz do Ministério do Comércio chinês, Gao Feng, em coletiva regular de imprensa.

“Reiteramos repetidamente que a China nunca aceitará qualquer acordo que prejudique a soberania e a dignidade do país. Em questões de princípio importantes, a China nunca cederá”, disse o porta-voz. “A China opõe-se resolutamente ao comportamento de bullying comercial dos Estados Unidos e tem que tomar as contramedidas necessárias”, acrescentou.

Com relação às negociações comerciais entre Pequim e Washington, Gao disse que “devido à contínua escalada de atritos comerciais e várias ações, as consultas econômicas e comerciais sino-americanas foram seriamente frustradas”. Para ele, o progresso das negociações depende “da atitude e da sinceridade dos Estados Unidos”.

A rodada mais recente de negociações terminou em meados de maio, em Washington, sem um acordo. Na ocasião, os Estados Unidos aumentaram de 10% para 25% as taxas a US$ 200 bilhões em bens importados chineses. Dias depois, a China anunciou que vai impor tarifas de até 25% sobre US$ 60 bilhões de bens norte-americanos a partir de primeiro de junho.

Quanto ao impacto do aumento das tarifas por Washington, Gao disse que “a prática de bullying comercial dos Estados Unidos acaba prejudicando os próprios Estados Unidos, e os consumidores e empresas que pagam por isso são norte-americanos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com