China eleva alerta de viagem aos EUA por conta de assédios jurídicos

Por Carolina Pulice

Foto: Freeimages.com/ Gary Tamin

São Paulo – O porta-voz do ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, afirmou que a decisão do governo chinês de elevar o alerta para viagens aos Estados Unidos aconteceu por conta das “circunstâncias atuais”, levando para o campo político e diplomático as tensões comerciais entre ambos os países.

“A China tomou esta decisão como uma resposta à situação atual. Houve cidadãos chineses que reportaram à embaixada chinesa e consulados que foram assediados nos Estados Unidos sem nenhum motivo jurídico por autoridades do país depois de entrar nos Estados Unidos”, afirmou em coletiva de imprensa nesta manhã.

“O lado chinês então decidiu alertar os cidadãos que vão viajar para os Estados Unidos e as companhias do país para aumentar a atenção e tomar precauções para lidar apropriadamente com a possível situação”, completou.

O Departamento de Estado norte-americano elevou em janeiro deste ano o alerta para viagens à China para o nível 2, de quatro níveis. Segundo o Departamento, o governo chinês pode às vezes manter os viajantes no país “por anos”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com