China diz que manteve promessas sobre acordo comercial com EUA

O representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e o vice-premiê da China, Liu He, em negociações comerciais. Foto: Divulgação/Casa Branca

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A China manteve suas promessas e honrou sua credibilidade nas negociações comerciais com os Estados Unidos, disse o porta-voz do Ministério do Comércio chinês, Gao Feng, em coletiva de imprensa regular.

Segundo ele, os Estados Unidos disseram que a China “regrediu” e “abandonou”, entre outros termos, compromissos assumidos durante as negociações de um acordo comercial, mas a “China tem estado muito comprometida”. O porta-voz reiterou que “a China renovou sua credibilidade e cumpriu suas promessas, o que nunca mudou”.

Ainda de acordo com Gao, “a negociação em si é um processo de troca de opiniões, resolução de problemas e obtenção de consenso. É normal que ambos os lados tenham pontos de vista diferentes”.

Os comentários vêm após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmar ontem à noite que a China quebrou o acordo comercial que estava sendo negociado entre os dois países, e por isso as tarifas serão elevadas de 10% para 25% para US$ 200 bilhões em bens chineses importados a partir de sexta-feira.

No começo da semana, o representante comercial norte-americano, Robert Lighthizer, disse que a China estava “recuando” em compromissos já firmados.

Mesmo com as ameaças de Trump de novas tarifas, a delegação chinesa liderada pelo vice- premiê Liu He participa hoje e amanhã de mais uma rodada de conversas comerciais, em Washington.

Na coletiva de imprensa, Gao repetiu que a China vai retaliar caso os Estados Unidos apliquem as tarifas, mas que prefere a cooperação. “Esperamos que os Estados Unidos e o lado chinês trabalhem juntos para resolver os problemas existentes através da cooperação e consulta com base no respeito mútuo”, concluiu.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com