China cortará impostos para pequenas empresas para estimular economia

09/01/2019 14:17:29

Por: Cristiana Euclydes / Agência CMA

FreeImages.com/Martin Boulanger

São Paulo – A China vai cortar impostos para pequenas empresas e acelerar a emissão e utilização de títulos especiais de governos locais para apoiar o crescimento da economia do país, de acordo com o Conselho de Estado.

Com as novas medidas, mais empresas poderão desfrutar de reduções tributárias bem como de isenções do imposto sobre valor agregado. Também será ampliado o escopo de investimento em empresas de tecnologia, para utilizarem políticas preferenciais de impostos.

Para as empresas com renda tributável abaixo de 1 milhão de iuanes (US$ 145,8 mil), o corte de impostos será de 25%, enquanto para empresas com renda tributável entre 1 milhão de iuanes e 3 milhões de iuanes (US$ 437,6 mil) o corte será de 50%.

Já as empresas ainda menores, com vendas mensais abaixo de 100 mil iuanes (US$ 14,5 mil), o impostos sobre valor agregado não será cobrado. Antes, o limite para a isenção era de 30 mil iuanes (US$ 4,3 mil).

As medidas passam a valer de forma retroativa, desde o dia 1 de janeiro, e o período de implementação é de três anos. A estimativa do Conselho de Estado é de que a redução anual nos impostos das pequenas empresas seja de 200 bilhões de iuanes (US$ 29,1 bilhões).

Deixar um comentário