China apela a EUA para cumprirem promessa de aliviar sanções a Huawei

Porta-voz do Ministério do Comércio da China. Foto: Divulgação/ Ministério do Comércio da China

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A China apelou aos Estados Unidos para que cumpram a promessa feita pelo presidente norte-americano, Donald Trump, de permitir que as empresas de tecnologia de seu país vendam produtos para a gigante chinesa Huawei.

“Esperamos que os Estados possam implementar esse compromisso e deixar de usar o poder do Estado sobre empresas chinesas o mais rápido possível”, disse o porta-voz do Ministério do Comércio da China, Gao Feng, em coletiva de imprensa regular.

Ontem, agências internacionais de notícias relataram que uma autoridade do Departamento do Comércio norte-americano enviou um email à sua equipe informando que a Huawei continuaria sendo tratada como uma empresa na lista negra, mesmo após Trump ter prometido aliviar as restrições.

Na coletiva de imprensa, Gao disse também que a China espera que todas as tarifas aplicadas pelos Estados Unidos a bens chineses sejam retiradas caso os dois lados cheguem a um acordo comercial. Gao ressaltou que as tarifas trazem incerteza à economia global e são o ponto de partida dos atritos econômicos e comerciais sino-americanos.

“Se os dois lados puderem chegar a um acordo, as tarifas impostas devem ser canceladas. A atitude do lado chinês é clara e consistente”, disse Gao. Ele afirmou ainda que os dois lados tem conversado desde que Trump e o presidente chinês, Xi Jinping, concordaram em retomar as negociações, no final de semana, no Japão.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com