Chefe do Fed de Saint Louis, defende paciência com juros

Por Carolina Gama

São Paulo – O presidente da unidade do Federal Reserve (Fed) de Saint Louis, disse que a política monetária praticada pelo banco central norte-americano está inclinada ao aperto monetário, mas que há espaço para uma postura paciente nos futuros ajustes da taxa de juros diante de mudanças consideradas por ele radicais desde janeiro.

O presidente da regional de Saint Louis do Federal Reserve, James Bullard. (Divulgação/Fed de Saint Louis)

“Se compararmos com outros bancos centrais, que mantém a taxa de juros em zero, podemos considerar que nossa política ainda é de aperto monetário. Mas isso não é motivo de preocupação. Fizemos grandes mudanças na política monetária e agora é a hora de esperar para ver”, disse Bullard em entrevista para a rede CNBC.

Na quarta-feira, o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) manteve a taxa básica de juros inalterada na faixa entre 2,25% e 2,50% ao ano. Na ocasião, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que a inflação baixa dava margem para a postura paciente no ajuste da política monetária e que os preços menores eram frutos de um efeito transitório.

Bullard – que este ano tem direito a voto – defendeu ainda que que o Fed deveria abandonar seu mandato duplo e se concentrar apenas na inflação. “Já fui um defensor dessa ideia anteriormente, mas temos que cumprir a lei que determinar também que o pleno emprego faz parte do nosso mandato junto com a inflação em 2%”, afirmou.

Sobre a economia, o chefe do Fed de Saint Louis disse que a desaceleração não será tão severa quanto o esperado. “O PIB norte-americano parece que vai desacelerar para uma taxa de crescimento de 2,5% este ano, que é mais forte do que as previsões anteriores de uma taxa de 2%. E há potencial positivo”, acrescentou.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com