BRF recolherá 464 t de frango por suspeita de salmonella

13/02/2019 09:42:31

Por: Gustavo Nicoletta / Agência CMA

Pedro Parente, presidente da BRF. (Foto: Leandro Tavares/Agência CMA)

São Paulo – A BRF começará hoje uma campanha para recolher 464 toneladas de frango in natura no mercado doméstico e no exterior por suspeita de que o produto contém a bactéria Salmonella enteritidis.

O volume recolhido é baixo – equivalente a 0,08% da produção de frango in natura da BRF no terceiro trimestre do ano passado, para fins de comparação.

No terceiro trimestre de 2018, a produção total de frango in natura da BRF foi de 561 mil toneladas, enquanto no quarto trimestre do ano passado o volume chegou a 552 mil toneladas.

A empresa pretende recolher aproximadamente 164,7 toneladas de carne de frango in natura destinadas ao Brasil e cerca de 299,6 toneladas do mesmo produto destinado ao mercado internacional. Os lotes afetados são os produzidos nos dias 30 de outubro de 2018 e 5, 6, 7, 9, 10 e 12 de novembro de 2018 pela unidade da BRF em Dourados (MS).

“A decisão de recolher todos os lotes, ao invés de partes da produção afetadas, segue o princípio da precaução e o compromisso da BRF com segurança alimentar, qualidade e transparência”, disse a empresa em nota enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), acrescentando que começou a recolher os produtos em rota de entrega ou que estão com clientes.

A BRF também disse que destacou um grupo de especialistas para investigar as origens do problema e que colocou a produção da fábrica em Dourados “sob um processo rigoroso de manutenção e liberação dos produtos para assegurar que a ocorrência foi pontual e não se repetirá”.

Deixar um comentário