Brexit sem acordo pode afetar economia da zona do euro, diz Draghi

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi. Foto: Divulgação/ BCE

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A saída do Reino Unido da União Europeia (UE) sem acordo pode afetar a economia da zona do euro, mas as autoridades estão preparadas para este cenário, disse o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, em uma sessão de perguntas e respostas em um evento com estudantes, em Frankfurt.

“Um Brexit sem acordo pode afetar diferentes partes da economia da zona do euro”, disse Draghi. “Certos países que serão inquestionavelmente mais afetados que outros pois as trocas com o Reino Unido são muito mais altas, e isso pode reverberar pelo resto da Europa, então é algo que temos que olhar de perto”, acrescentou.

Ele explicou que os processos de produção modernos são muito fragmentados, com peças de um mesmo produto produzidas em vários países, caso da industria automobilística. “Um Brexit sem acordo significa uma interrupção no fluxo de comércio que pode afetar as cadeias de produção de maneiras difíceis de absorver”.

Do lado financeiro, disse ele, o BCE tem trabalhado com o Banco da Inglaterra (BoE) para examinar todas as áreas que podem ser afetadas, e consideraram duas situações. Uma delas, caso a ação de autoridades públicas seja necessária para eliminar potencias disrupções, e outra onde os mercados e setor privados se ajustem sozinhos à nova realidade.

Para Draghi, a Comissão Europeia e as autoridades britânicas estão preparadas para um cenário sem acordo. Por outro lado, “os mercado privados ainda não acreditam completamente na possibilidade de um Brexit sem acordo, e estão lentos em ajustar os termos contratuais se um Brexit sem acordo acontecer”, disse. “Continuamos com a mensagem de que devem acelerar” os preparativos, concluiu.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com