BR e Ipiranga adotarão medidas após decisão do Cade

Por Leandro Tavares

São Paulo – A BR Distribuidora e a Ipiranga, subsidiárias da Petrobras e da Ultrapar, respectivamente, afirmaram que vão adotar as medidas necessárias para suas defesas, após o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) condenar as empresas por prática de cartel e outras infrações à ordem econômica no mercado de distribuição e revenda de combustíveis em Minas Gerais.

BR Distribuidora
Posto da BR Distribuidora. (Foto: Divulgação/Petrobras)

Tanto a Ultrapar quanto a BR Distribuidora reiteram seus compromissos com as melhores práticas concorrenciais e de respeito ao consumidor, ressaltando que não compactuam com essas práticas e que exigem o mesmo comportamento dos seus parceiros comerciais e dá força de trabalho.

De acordo com o órgão antitruste, as provas demonstram a existência de cartel clássico praticado por postos de gasolina que atuavam nas cidades de Belo Horizonte, Contagem e Betim. “O conluio consistiu na combinação de preços de revenda de combustível e no estabelecimento de mecanismos de monitoramento e punição aos postos que não praticassem o que foi estabelecido”.

A investigação também teria confirmado que BR Distribuidora e Ipiranga atuaram induzindo comportamento uniforme entre os postos revendedores.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com