Bolsa e dólar caem em expectativa por Paulo Guedes amanhã na CCJC

São Paulo – Após três pregões seguidos de alta, o Ibovespa encerrou em queda de 0,69%, aos 95.386,76 pontos, com investidores preferindo embolsar lucros enquanto monitoram declarações sobre a reforma da Previdência e a articulação do governo. Perto do fim do pregão, porém, o índice reduziu perdas com as ações da Petrobras passando a subir mais de 1% com rumores sobre a cessão onerosa. O volume total negociado foi de R$ 13,059 bilhões.

“Essa queda é uma realização de lucros e, depois que os 100 mil pontos já foram atingidos, o mercado vai pagar para ver o que acontece com a reforma. Agora que começam as dificuldades políticas e investidores ficam de ‘stand by'”, disse o sócio da DNAInvest, Leonardo Ramos.

Com o foco ainda na Previdência, o mercado acompanha declarações como as do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que disse entre outras coisas que os trecho que tratam da aposentaria rural e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) não passarão da comissão especial que avaliará a matéria após a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC). Maia disse ainda que se a CCJC tivesse maioria, já excluiria os trechos da proposta na fase embrionária da proposta na Casa.

Segundo Ramos, já era previsto que esses pontos pudessem ser alterados, já que são muito impopulares, mas será preciso ficar atento ao quanto a reforma será desidratada. Além disso, há algum receio de que diversos setores estejam fazendo lobby e possam conseguir ser excluídos de pontos do projeto. Diante desse cenário, o presidente Jair Bolsonaro voltará antes que o previsto de sua visita à Israel e deve receber parlamentares, assim como o ministro da Economia, Paulo Guedes. Também há expectativa de que a visita de Guedes à CCJC amanhã possa ser mais positiva do que sua última ida ao Congresso na semana passada.

Já no cenário externo, o dia foi de ajustes, com bolsas norte-americanas fechando mistas depois do otimismo de ontem com dados mais fortes da economia chinesa. Também segue a expectativa sobre as negociações comerciais entre China e Estados Unidos, já que autoridades dos dois países voltaram a conversar esta semana.

Amanhã, o destaque na agenda é a ida de Guedes à CCJC, com o mercado devendo ficar atento às declarações sobre a Previdência e na reação dos deputados. Já no exterior, o destaque fica com o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços da China. Para o analista da Terra Investimentos, Régis Chinchila, será importante acompanhar os dados para “confirmar a tendência de melhora” vista nos números do setor industrial chinês.

O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com queda de 0,46%, sendo negociado a R$ 3,8580 para venda em dia de influência externa sobre a moeda, já que não ouve novidades no cenário político brasileiro sobre a reforma da Previdência. Para amanhã, é aguardada a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) para explicar as mudanças na reforma.

“Amanhã é um dia importante que podem trazer consequências para o câmbio. O desempenho do Guedes amanhã na CCJC dará o ritmo da moeda”, afirmou Newton Rosa, economista-chefe da SulAmérica Investimentos. Rosa alerta ainda para dados importantes que serão divulgados amanhã, como o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor de serviços de março da China, que será divulgado pelo Caixin e pelo IHS Markit.

“Amanhã o PMI da China pode mexer com o mercado. Investidores estão de olho se a economia da China está desaquecendo e isso pode fazer preço logo na abertura”, disse Rosa, que lembrou ainda que nos Estados Unidos também sairão dados que podem fazer um pouco de preço no dólar.

Amanhã, nos Estados Unidos, será divulgado o dado sobre a criação de emprego no setor privado em março, além do PMI sobre a atividade do setor de serviços de março, do índice de atividade do setor de serviços do mês passado e da posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada. No Brasil, a CCJC está prevista para começar às 9h30, porém, a participação de Paulo Guedes ainda não tem horário definido.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com