BMW, Daimler e Volkswagen violaram regras de concorrência, diz UE

Foto: Flickr/ Volkswagen Espanha

São Paulo – A Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia (UE), disse que BMW, Daimler e Volkswagen, incluindo as marcas Audi e Porsche, violaram as regras antitruste do bloco ao fazer um conluio para restringir a concorrência no desenvolvimento de tecnologia para reduzir emissões de poluentes.

Segundo a Comissão, as três fabricantes participaram, de 2006 a 2014, de “um esquema de conluio, em violação das regras de concorrência da UE, para limitar o desenvolvimento e a implantação de tecnologias de redução de emissões para os novos automóveis de passageiros a diesel e gasolina” vendidos na Europa, nas chamadas “reuniões técnicas” do “grupo dos cinco”.

A Comissão realizou, em outubro de 2017, inspeções nas instalações da BMW, Daimler, Volkswagen e Audi na Alemanha, e começou uma investigação mais aprofundada em setembro de 2018, segundo comunicado. As empresas podem se defender, mas se mesmo assim a Comissão concluir que houve infração, pode multá-las em 10% de seu faturamento mundial anual.

De acordo com a chefe da UE para a concorrência, Margrethe Vestager, as empresas podem cooperar para melhorar a qualidade de seus produtos, e as regras do bloco não permitem conluio para fazer exatamente o oposto, não melhorar seus produtos e não competir em qualidade.

“Estamos preocupados de que isso foi o que aconteceu neste caso e a Daimler, a Volkswagen e a BMW podem ter violado as regras de concorrência da UE. Como resultado, os consumidores europeus podem ter sido negados a ter a oportunidade de comprar carros com a melhor tecnologia disponível”, afirmou.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com