Bloco não reconhece soberania de Israel em Colinas de Golã, diz Mogherini

Por Carolina Pulice

Chefe da diplomacia da União Europeia (UE) Federica Mogherini. Foto: European External Action Service/European Commission

São Paulo – A União Europeia reiterou seu posicionamento de não reconhecer a soberania de Israel sobre as Colinas de Golã, disse a chefe da diplomacia da União Europeia (UE) Federica Mogherini, nesta tarde.

“A União Europeia não reconhece a soberania de Israel sobre nenhum território ocupado por Israel desde junho de 1967, e está em linha com a lei internacional e com o Conselho de Segurança da ONU”, afirmou em discurso.

O comentário faz parte de uma série de respostas à decisão do governo dos Estados Unidos, que no mês passado reconheceu a soberania do Estado de Israel sobre o território sírio, que foi anexado em 1967, durante a Guerra dos Seis Dias.

Mogherini disse ainda que a UE considera ilegais os assentamentos israelenses no território, fato que erode a solução dos embates sobre o território. “Somente na semana passada, planos para mais de 4.600 novas casas avançaram com autoridades israelenses. Nós consideramos o assentamento uma atividade ilegal sob as leis internacionais, e que destrói a viabilidade de uma solução realizada pelos dois Estados [Israel e Palestina]”, afirmou.

“Uma solução em comum é essencial para a paz, para a segurança e para a democracia nos Estados. E se a situação não melhorar, vai piorar”, enfatizou Mogherini, afirmando que o bloco europeu continuaria os diálogos com os estados árabes para encontrar uma possível solução para a região do Oriente Médio.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com