Banco Central da Turquia corta taxa de juros de 24,0% para 19,75%

Por Carolina Pulice

Foto: FreeImages.com/ Borge Bjelland

São Paulo – O banco central da Turquia cortou a taxa de juros do país de 24,0% para 19,75%, citando uma recuperação moderada da atividade econômica como principal motivo para a decisão.

“Dados recentes indicaram uma recuperação moderada na atividade econômica”, disse o banco central, citando uma melhora na exportação de bens e serviços, uma forte receita de turismo e uma melhora na competitividade.

A instituição indicou ainda que a projeção de inflação melhorou, e que no segundo trimestre, a inflação “mostrou uma desaceleração significativa com a contribuição da queda dos preços de alimentos não processados e energia”. “As condições de demanda doméstica e uma política monetária mais apertada continuaram apoiando a desinflação”, afirma o comunicado.

Para o analista do Nordea, Morten Lund, a decisão era amplamente esperada, uma vez que o presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, tinha mostrado sua frustração com a manutenção da taxa em 24,0%, em junho, e passou a atacar o presidente da autoridade monetária, Murat Cetinkaya, substituindo-o por Murat Uysal.

“Acreditamos que a substituição cimentou nossa opinião de que o banco central turco nunca foi completamente independente no regime de Erdogan”, afirmou Lund.

Sobre o corte dos juros, o analista da Nordea disse que a visão do banco
central sobre a dinâmica da inflação é muito otimista. “Apesar de um corte apoiar o crescimento no curto prazo (politicamente tentador), ele aumenta o risco de outra expansão traiçoeira do crédito (em particular, a dívida de curto prazo) e efeitos indesejados no balanço dos pagamentos”, pontuou.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com