Banco central da Rússia corta juros e reduz projeção para PIB de 2019

Por Carolina Gama

São Paulo – O banco central da Rússia cortou a taxa referencial de juros em 0,25 ponto percentual (pp), para 7,5%, ao mesmo tempo em que reduziu sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país para este ano.

Levando em consideração as dinâmicas do PIB em 2018 e no primeiro trimestre de 2019, o banco central russo revisou suas projeções de crescimento de 2019 para a faixa entre 1,0% e 1,5%, de projeção anterior de 1,2% a 1,7%. No entanto, a autoridade monetária acredita em expansão mais forte nos próximos anos, com a implementação de novas políticas do governo.

Com relação à inflação, o banco central russo disse em comunicado que, após o pico de 5,3% em março, houve uma desaceleração em abril para 5,2% e para 5,1% em maio. Para o ano, a estimativa é de inflação entre 4,2% e 4,7%, de projeção anterior de 4,7% e 5,2%. Em 2020, a expectativa é de que os preços ao consumidor russo fiquem ao redor de 4,0%.