Atividade industrial da eurozona encolhe em maio

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor industrial da zona do euro caiu para 47,7 pontos em maio, após atingir 47,9 pontos em abril, de acordo com dados revisados divulgados pelo instituto de pesquisas IHS Markit. A versão preliminar havia mostrado dado idêntico.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. “O setor de produção da zona do euro manteve-se em contração durante maio, sugerindo que o setor puxará para trás a economia em geral no segundo trimestre”, disse o economista-chefe do IHS Markit, Chris Williamson.

“Uma quarta queda mensal sucessiva na produção e um declínio ainda maior nas novas encomendas ressaltou como o setor continua em seu período mais difícil desde 2013. As empresas estão apertando os cintos, cortando gastos e contratações”, disse. Além disso, compras de insumos, estoques e emprego estão em declínio diante da desaceleração na demanda.

Ainda segundo Williamson, as guerras comerciais, a queda da demanda no setor de automóvel, o Brexit e as incerteza geopolíticas mais amplas foram citados como citado riscos para as perspectivas. “Todos têm o potencial de inviabilizar qualquer estabilização do setor industrial”, concluiu.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com