Atividade econômica volta ao nível da greve dos caminhoneiros, revela BC

caminhoneiros greve
Caminhoneiros realizam protesto contra a alta no preço do combustível e uma resolução do Contran que obriga a colocar dispositivos de segurança nas caçambas. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por: Olívia Bulla

São Paulo – O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) do Banco Central caiu pela terceira vez seguida em março, em -0,28% em relação a fevereiro, atingindo 136,68 pontos, no menor nível desde maio do ano passado (133,21 pontos). O período, é bom lembrar, foi marcado por uma paralisação de caminhoneiros, que durou cerca de dez dias, interrompendo o fornecimento de alimentos, insumos médicos, combustíveis, entre outros, e levando o país à beira do colapso.

A queda mensal do IBC-Br é levemente maior que a apontada pela mediana das previsões, de -0,20%, conforme o Termômetro CMA. Na comparação com março de 2018, o IBC-Br recuou 2,52% em março deste ano, sem ajuste. A queda é maior que a esperada, de -1,95%, ainda conforme o Termômetro CMA.

Até março, o IBC-Br acumula altas de 0,23% no ano, quando comparado ao três primeiros meses de 2018, e de +1,05% nos últimos 12 meses. O indicador calculado pelo BC tem o objetivo de antecipar avaliações sobre o Produto Interno Bruto (PIB).

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com