Atenção às ações da Petrobras após anúncio de cessão onerosa

São Paulo – Na data que crava os cem primeiros do governo de Jair Bolsonaro, sua principal proposta para a área econômica, a reforma da Previdência, caminha dentro do prazo. Ontem o relator da reforma na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados, Marcelo Freitas (PSL-MG), votou pela admissibilidade integral da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) apresentada pelo governo.

Ainda ontem, a Petrobras foi informada, pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que será ressarcida em US$ 9,058 bilhões em razão da revisão do contrato de cessão onerosa.

Na agenda do exterior hoje tem fala de Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu (BCE), ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), reunião extraordinária do Conselho Europeu sobre o Brexit e inflação nos Estados Unidos.

A Vale foi notificada sobre a decisão do tribunal arbitral de Londres que condenou a BSG Resources Limited a pagar US$ 1,246 bilhão à mineradora brasileira por fraude e violações de garantia, ao induzir a companhia a participar de uma joint venture para a exploração da concessão de mina para exploração de minério em Simandou, na República da Guiné. O valor será acrescido de juros e despesas.

A Minerva pediu a exclusão da Athena Foods da posição garantidora dos notes 2026 e 2028 emitidos pela Minerva Luxembourg. Em comunicado, a empresa informou que recebeu a aprovação de aproximadamente 85% dos detentores dos notes e que pagou uma taxa de US$ 7,50 para cada US$ 1 mil de principal consentido.

Allan Ravagnani e Wilian Miron / Agência CMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com