Assembleia de SP aprova redução de ICMS para combustível de aviação

Por Leandro Tavares

São Paulo – A proposta aprovada ontem pela Assembleia Legislativa de São Paulo da redução da alíquota de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o combustível de aviação de 25% para 12% vai ajudar na recuperação econômica e no fortalecimento do setor, afirmou à Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

Como compromisso firmado pelas aéreas, as empresas integrantes da associação vão criar 490 novas partidas semanais, sendo 416 nacionais para 21 estados e 38 destinos, além de 74 regionais atendendo seis novas localidades dentro do estado de São Paulo.

Segundo o presidente da entidade, Eduardo Sanovicz, os voos que serão criados promoverão um estímulo econômico gerado pelo aumento de consumo nas cidades e das receitas com o turismo que, num cenário conservador, poderá proporcionar ao estado a geração de 59 mil empregos e o pagamento de R$ 1,4 bilhão em salários.