Aprovação de Trump sobe após falta de provas em conluio com Rússia

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Gage Skidmore/ Flickr

São Paulo – A aprovação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, alcançou níveis recordes após o relatório final do investigador especial Robert Mueller mostrar que não houve conluio entre a campanha eleitoral de Trump de 2016 e a Rússia, de acordo com a empresa de pesquisas de opinião Gallup.

O índice de aprovação de Trump passou para 45% na pesquisa realizada entre os dias de 1 a 9 de abril, após o índice de 39% registrado em março. “Isso marca a terceira vez que o presidente alcançou 45% de aprovação nas tendências da Gallup – a maior da série”, de acordo com a empresa, em comunicado.

A pesquisa foi a primeira desde que Mueller concluiu sua investigação sobre as supostas tentativas russas de influenciar o resultado da eleição de 2016, segundo a nota. As leituras anteriores de 45% de Trump foram registradas em sua primeira semana no cargo, em janeiro de 2017, e em junho de 2018, após seu encontro com o líder norte-coreano Kim Jong Un.

O procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, disse que o relatório final de Mueller não apontou nenhum envolvimento russo na campanha de Trump e reportou evidências insuficientes de obstrução da justiça pelo presidente norte-americano. O Congresso está exigindo ver o relatório.

“Enquanto isso, os norte-americanos aprovam um pouco mais Trump do que antes da entrega do relatório, embora uma pequena maioria de 51% ainda desaprove o presidente”, segundo o comunicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com