Apoio republicano a Trump cresce após mensagens racistas no Twitter

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Divulgação/ Campanha Make America Great Again

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – A taxa de aprovação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cresceu entre os republicanos, após a publicação, no Twitter, de mensagens consideraras racistas contra congressistas democratas de minorias étnicas.

Um levantamento nacional feito pela empresa de pesquisa “Ipsos” e pela “Reuters”, online, com cerca de 1 mil pessoas entre os dias 15 e 16 de julho, mostrou que a aprovação de Trump cresceu 5,0 ponto percentual (pp), para 72%, ante a pesquisa anterior, feita na semana passada.

Entre os independentes, 30% disseram aprovar Trump, ante 40% da semana passada. Entre os democratas, a aprovação líquida – a porcentagem que o aprova menos a porcentagem que o desaprovam – caiu 2,0 pp. No geral, considerando todos os entrevistados, a aprovação de Trump é de 41%, e a desaprovação é de 55%, sem alterações ante a semana passada.

No final de semana, Trump disse em uma série de publicações no Twitter que congressistas democratas progressistas, que vieram de países com governos corruptos e catastróficos, estão agora querendo dizer aos Estados Unidos como um governo deve ser administrado.

“Por que elas não voltam e ajudam a consertar os lugares totalmente quebrados e infestados de crime de onde elas vieram?”, afirmou. Trump não citou nomes, mas as críticas foram direcionadas a quatro congressistas de minorias étnicas. As declarações foram consideradas racistas. Ontem, a Câmara dos Deputados aprovou uma moção de repúdio aos comentários.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com