Americano Express reporta alta de 8,5% em lucro líquido no 2T19, a US$ 1,761 bilhões

Por Carolina Pulice

Foto: Divulgação/ American Express

São Paulo – A American Express reportou lucro líquido de US$ 1,761 bilhão no segundo trimestre do ano, o que representa um aumento de 8,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita totalizou US$ 10,838 bilhões, um crescimento de 8,36%.

No primeiro semestre deste ano, o lucro líquido foi de US$ 3,311 bilhões, alta de 1,66% em comparação com o primeiro semestre de 2018. Na mesma base de comparação, a receita foi de US$ 21,20 bilhões, alta de 7,52% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

De acordo com a companhia, o desempenho trimestral foi marcado por um equilíbrio entre os volumes de gastos, a receita com empréstimos e taxas dos cartões.

Os gastos consolidados foram de US$ 7,8 bilhões, uma alta de 9% em comparação com o ano passado, refletindo o crescimento de recompensas e outros custos com engajamento de clientes influenciados pelo aumento dos gastos no segmento Card Member.

A provisões para perdas no período somaram US$ 861 milhões, um aumento de 7% em relação aos US$ 806 milhões do ano anterior. O aumento, segundo a American Express, ocorreu por conta das maiores baixas líquidas de empréstimos, impulsionadas pelo crescimento do empréstimo. Entre as áreas, a divisão de serviços comerciais globais foi o destaque negativo, com queda de 4% do lucro no segundo trimestre em termos anuais, para US$ 738 milhões, enquanto a receita somou US$ 5,8 bilhões, um alta de 10% na mesma comparação.

Para 2019, a American Express reafirmou a projeção de crescimento da receita na faixa de 8% r 10%. A companhia disse que também planeja retornar uma parcela do capital que gera para os acionistas, e espera aumentar o dividendo trimestral.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com