AIE mantém previsão de demanda por petróleo para 2018 e 2019

13/09/2018 15:19:32

Por: Carolina Gama / Agência CMA

Divulgação/Shell

São Paulo – A Agência Internacional de Energia (AIE) manteve praticamente inalterada sua projeção para o  crescimento da demanda global por petróleo para este ano e no próximo, embora tenha destacado que as tensões comerciais representam um risco para o crescimento econômico mundial e, consequentemente, para a procura por petróleo.

Segundo relatório mensal da AIE, a demanda global deve aumentar em 1,4 milhão de barris por dia (bpd) este ano na comparação com 2017, somando 99,3 milhões de bpd, leve revisão positiva de 100 mil bpd em relação ao relatório do mês passado. Para 2019, o crescimento da demanda deve ser de 1,5 milhão de bpd, para 100,8 milhões de bpd, também com leve revisão positiva de 100 mil bpd.

Embora a agência aponte sinais de enfraquecimento da demanda em alguns mercados neste ano, é em 2019 que os riscos aparecem com mais força, principalmente nas economias emergentes, diante da depreciação de moedas ante o dólar, e com a possível escalada das disputas comerciais.

“Estamos entrando em um período crucial para o mercado de petróleo. A situação na Venezuela pode se deteriorar ainda mais rapidamente, o conflito pode voltar à Líbia e os 53 dias até 4 de novembro revelarão mais decisões tomadas por países e empresas com relação às compras de petróleo iraniano”, diz a AIE em relatório. “Resta ver se outros produtores decidirão aumentar sua produção”.

Com relação à oferta de petróleo, a agência projeta que o fornecimento dos países não membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) crescerá em 2,0 milhões de bpd este ano, para 60,0 milhões de bpd, uma revisão positiva de 70 mil bpd em relação ao relatório anterior. Para 2019, a estimativa é de crescimento de 1,8 milhão de bpd, para 61,8 milhões de  bpd, revisão positiva de 50 mil bpd. A AIE não faz projeções para a produção da Opep.

Edição: Pâmela Reis (pamela.reis@cma.com.br)

Deixar um comentário