Acordo de saída do Brexit não será renegociado, diz Tusk

Por Carolina Pulice

São Paulo – O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse que não há espaço para renegociar o Brexit – processo de separação do Reino Unido da União Europeia (UE) – no momento em que o partido Conservador britânico escolhe seu novo líder e o novo primeiro-ministro do país.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk/Foto: Divulgação/ Conselho Europeu

“Esperamos ansiosamente para trabalhar com o próximo primeiro-ministro do Reino Unido. Nós queremos evitar um Brexit caótico e queremos uma relação a mais próxima possível com o Reino Unido. Estamos abertos ao diálogo quando se trata sobre a futura relação entre o país e a UE se a posição do Reino Unido for de evolução, mas o acordo de saída não está aberto para renegociação”, disse.

O comentário ocorre um dia após o partido Conservador britânico escolher os dois candidatos à disputa pelo cargo de premiê do país. Johnson venceu ontem a quarta rodada do processo de seleção, e obteve 160 votos, dos 313 deputados com participação na votação. Hunt ficou em segundo lugar, com 77 votos.

Johnson, o favorito para conquistar o cargo, já fez declarações sobre uma possível saída do bloco europeu sem acordo. Hunt, por sua vez, defende uma saída com acordo ou até mesmo a convocação de eleições gerais para solucionar a questão de saída da União Europeia.

A votação de escolha do primeiro-ministro britânico vai ocorrer no fim de julho. O Reino Unido tem até o dia 31 de outubro para sair da UE.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com